Archive for janeiro \16\UTC 2010

Terremoto no Haiti – Oremos pela nação do Haiti

janeiro 16, 2010

Terremoto no Haiti – Oremos pela nação do Haiti

Na útima terça-feira, s 16:53 Hrs do Leste Americano, este pobre país do Caribe, foi sacudido por um terremoto na escala Richter 7, deixando a sua cidade capital, Port-au-Prince, completamente em ruínas e com milhares soterrados e mortos! Entre estes mortos, estavam os de muitos brasileiros que faziam parte do contigente da ONU em serviço de paz no Haiti!

Last Tuesday, at 4:53pm, American Eastern Time, this poor Caribbean country was shaken by an earthquake of 7.0 magnitude on the Richter scale, leaving its capital city, Port-au-Prince, completely in ruins and thousands of dead bodies! Among these deceased, there were many Brazilians who were part of ONU’s contingent of peace keeping service in Haiti!

Clique na imagem abaixo para ver o gráfico ampliado.

Histórico do Haiti e sua situação espiritual

País nas Índias Ocidentais, no leste da América Central, ocupando um terço da Ilha Hispaniola (Haiti e Repblica Dominicana) no mar do Caribe. É localizado na parte oeste da ilha e possui nove províncias. Sua costa é recortada pelo Golfo de Gonves e concentra várias ilhas, sendo as principais Gonve e Tartaruga. A ilha de Hispaniola foi descoberta por Colombo (Espanha) em 1492. No final do século XVI, quase todos os ndios arauaques, seus primitivos habitantes, foram dizimados. A parte ocidental da ilha, onde hoje fica o Haiti, foi cedida à França pela Espanha em 1697 e renomeada Saint Domingue. Haiti foi transformado em centro de trabalho escravo e veio a ser o maior produtor de açúcar e café do mundo. Após a Revolução Francesa, os escravos do Haiti cujo número superava em dez vezes o de franceses e mestiços, se rebelaram e massacraram seus senhores. Em 1801, Toussaint l’Ouverture, um ex-escravo, conquistou a ilha para a França expulsando as foras inglesas e espanholas e aboliu a escravatura. Os generais Jacques Dessalines e Alexandre Ption finalmente expulsaram os franceses em 1803. Em 1804, Jean-Jacques Dessalines proclamou-se imperador e declarou a independência do Haiti, a primeira república negra no mundo, e a segunda nação independente nas Américas. Um novo perodo de instabilidade levou divisão do país em dois, e a parte ocidental (atual República Dominicana) retomada pela Espanha. A influência africana marcante em praticas religiosas como o Vodu. Apesar do catolicismo ser a religião do estado, 75% da população do país pratica o voodooismo (mistura do espiritismo africano e bruxaria), o qual atinge a todas as classes da sociedade. Em 1791, Haiti foi dedicado a Satanás. A Associação Nacional dos Praticantes do Vodu tem feito todos os esforços para intimidar os crentes, principalmente aqueles que pregam contra tal engano. O presidente Jean-Bertrand Aristide rededicou a nação ao Voodooismo em 1991 como “herança cultural” do país e logo depois foi deposto da presidência. Haiti é considerado o país mais pobre do hemisfério ocidental e o de menor índice de desenvolvimento humano. Além de sua super população, o país tem sido devastado pela erosão, secas, terremotos, fome e voodooismo. Apesar de o francês ser um dos idiomas oficiais, ele é falado por menos de 20% dos haitianos. A grande maioria usa o crioulo, língua que mistura elementos de espanhol, inglês, francês e dialetos africanos.

Nome Oficial: República do Haiti
Capital: Porto Príncipe (Port-ua-Prince)
Nacionalidade: Haitiana
Área: 27.400 Km2
Litoral: 1.771 Km
População: 8.200.000 (2000)
Composição da População: 0-14 anos (41%); 15-64 anos (55%) e acima de 65 anos (4%)
Densidade: 299,27 hab/Km2
Grupos étnicos: Afro-caraíbas (96%), Mulatos (3%) e Europeus (1%)
Crescimento Demográfico: 1,7% (2000)
Indice de Nascimento: 31,97/1.000 (2000)
Indice de Mortalidade: 15,13/1.000 (2000)
Indice de Mortalidade Infantil: 97,1/1.000 (2000)
Provincias: Cap-Hatien, Gonaves, Jrmie, Jacmel, Les Cayes, Porto Prncipe, St. Marc
Cidades Principais: Porto Príncipe, Cap-Haitien e Gonaves
Rios Principais: Artibonite e Guaimuque
Portos e Baas Principais: Porto Prncipe e Cap-Hatien
Clima: Tropical

Ponto mais elevado: Pico La Selle (2.674m)
Ponto mais baixo: Mar do Caribe
Recursos Naturais: Mármore e calcário
Agricultura: Café, açúcar, manga, milho e arroz
Parceiros Comerciais: Blgica, Canad, Estados Unidos, Frana, Itlia e Japo
Renda per Capita: $410 (1998)
Moeda Nacional: Gourde
Taxa de Inflao: 9% (1999)
Lngua Oficial: Francês e crioulo de matiz francesa
Alfabetismo: Populao 45% (homens 48% e mulheres 42.2%)
Idiomas com as Escrituras: 2Bi
Religioes Principais: Catolicos 68,5%; Protestantes 24,1% e outras 7,4% (80% dos católicos praticam o vodu)
Igrejas Evangelicas: Batista, Nazareno, Igreja de Deus, Assembléia de Deus, Igrejas Pentecostais Independentes, Igreja da Profecia e Igreja Pentecostal Betania.
Missionrios: 473 entre 81 agências missionárias
Independncia: 1 de Janeiro de 1804 (de Frana)
Governo: República com forma mista de governo
Diviso Administrativa: 9 departamentos subdivididos em distritos e comunas
Presidente Atual: Rene Garcia Preval
Principais Partidos: OPL (Organizao do Povo em Luta), MOP (Movimento da Organizao do Pas) e FL (Famlia Lavalas)
Embaixada nos EUA: 2311 Massachusetts Ave NW, Washington, DC – 20008; (202)332.4090
Embaixada no Brasil: SHIS – QI 17, cj.4, casa 19, Braslia, DF, CEP 70465-900; (061)248-6437

Fonte: http://www.sepoangol.org/ – Sepoangol Wols Ministries

Haiti